top of page
Search

Who's hot? And who's not?

É na conferência Oeste que se encontram as três equipas em melhor forma da liga. São elas os Denver Nuggets (4V), os Phoenix Suns (3V) e os Portland Trail Blazers (8-2 nos últimos 10 jogos). Mas também é na mesma conferência que mora a equipa mais gelada: os Pelicans seguem com 5 derrotas consecutivas.



Filipe Alves tem razões para sorrir. Os Denver sempre prometeram no papel e agora, finalmente, estão a começar a mostrar na prática todo o seu potencial. No início a dúvida sobre a coexistência de Curry e Harden pairava na mente dos adeptos. Depois, após uma ligeira melhoria, a lesão do "barbas" não permitiu ver o verdadeiro potencial da formação. Agora, finalmente parece estar tudo a clicar e a andar. Já são 4 as vitórias consecutivas, são 7 nos últimos 10 jogos e a ascensão ao 5º lugar da conferência já se parece coadunar mais com o potencial de um roster que ainda conta com Mobley em grande forma.


A cereja no topo do bolo desta semana foi mesmo uma vitória na casa dos líderes Memphis Grizzlies por 91-95, a que se seguiu uma vitória caseira - também muito suada - frente aos Clippers por 106-104. Na primeira partida, a dupla Curry-Harden somou 47 pontos, bem ajudada por Mobley e Zubac. Já no 2º a bola esteve certeira a sair das mãos de Curry (33 pontos). A expectativa agora está elevada e é esperado que os Nuggets se juntem às equipas que partiram em melhor forma no topo da classificação.


E em 4º lugar aparecem os Phoenix Suns, outra das equipas em melhor forma. Esta semana venceram os Rockets por 94-108 e os Hornets por 122-138. O ataque está no ponto e, incrivelmente, não está a depender tanto de Giannis como seria expectável. Sim, certo, sabemos que o grego fez um tripo-duplo (24pts, 11rst e 11ast). Mas os 34 pontos de Garland (e apenas 17 de Giannis) frente os Hornets mostram que há mais focos de marcação de pontos. Isso tudo com as melhores contribuições de role players como Bey, Kessler e Melton, parece que os vencedores da ChampCup estão a descobrir como ser "mais equipa".


Vamos agora até à "Rip City" que, apesar de não estar neste momento numa streak de vitórias, tem 8 triunfos nos últimos 10 jogos. Anthony Davis está a liderar a equipa de Pedro Miró Rodrigues como se pede dele, mas são os "role players" que finalmente se impuseram para criar condições mais favoráveis após um início atribulado.


A maior mudança - para melhor - foi mesmo a de Naz Reid. Após alguns jogos de "nulidade", o poste já atingiu médias de 9,3ppg e 6,4rpg.




Do outro lado da moeda estão os Pelicans. Tomé Brito parece ter tirado umas férias inesperadas deixando a equipa à deriva. E não há Jokic que valha para salvar de uma streak de 5 derrotas consecutivas. Esta semana as derrotas acumularam-se frente aos Blazers, Lakers e Pacers. O desagrado da estrela é evidente, depois de ter feito 32, 27 e 31 pontos respetivamente, sempre adicionando um bom número de ressaltos e até de assistências.


A próxima simulação é já na quinta-feira, dia 9 de maio, e há vários motivos de interesse para fazer follow-up a estas e a todas as outras equipas e GM's em ação.



51 views0 comments

Comentarios


bottom of page